quinta-feira, 5 de abril de 2007

ÁRVORES


da infância,


e do esquecimento...

Sem comentários: