terça-feira, 12 de junho de 2007

FOTOGRAFIAS DE E TIRADAS POR ROBERTO BARBOSA


NAS FONTAÍNHAS



Declaração de amor?


Roberto e Chico Zé





O encantador de serpentes.


Roberto e Isabel





Saltando ao eixo.


Isabel e Bia










NO ALTO DO LAGOAL


?????????????


Chico Zé






Chico Zé



A CAMINHO DO SAISA


Grandes passeios a pé... Carro, só mesmo o Roberto é que tinha.


Da esq. para a dir.: Bia, Marcial, Isabel, Carmo, Chico, Teresa



Pausa para descanso e conversa "séria".
Da esq. para a dir. : Isabel, Bia, Marcial, Roberto, Carmo, Teresa




NA MÍTICA PRAIA DA URSA

Cada ida era uma aventura. Descida ao precipício e escalada penosa.
Uma outra realidade.
Tixa e Toninho





EM QUALQUER LUGAR
Viagem.
Carmo, Isabel e Bia









9 comentários:

bikini disse...

sim,são imagens que reflectem um pouco o que viviam estas pessoas que tinham na altura entre 15 e 19 anos. Todos vivíamos ainda em casa dos pais pelo que as necessidades materiais estavam asseguradas.
O facto de não termos carros era o normal naqueles tempos.Todos estudavam germãnicas ou alínea f ,mas eramos olhados como aves raras(cabelos compridos,vestimentas e atitude perante a vida politicamente incorrectas).Não esquecer que tudo isto se passava antes do 25 de Abril e a música pop portuguesa era dominada por António Calvário, Artur Garcia, Madalena Iglésias e Simone de Oliveira..."sei quem ele é, ele é bom rapaz um pouco tímido até..."

maria antunes disse...

:)

particula-RG disse...

LINDOS!

Nicole disse...

Demais!!! =D

O meu reino por uma tarde dessas!

Carambesi disse...

Sem querer ser intrometido, nem todos viviam em casa dos pais (as necessidades estavam asseguradas, sim, e até tinha(m) carros (e outras fundas paranóias) mas, sem saber(em) viviam em estado de graça.
Havia alguém(uns) que não sabia(m) como sustentar um peso desconhecido. O peso duma liberdade avassaladora que prescindia dos Pais, e que inebriava perturbando.

omlounge disse...

adorei este vislumbre aos vossos momentos, :)

bikini disse...

tens toda a razão carambesi, alguns já não viviam em casa dos pais e completaste com as tuas palavras o que faltava e não consegui dizer...e ainda por cima muito bem escrito.

jcachorro disse...

Costumo ter sempre os olhos postos no presente e sonhar com o futuro, mas viajar pelo passado é algo que não dispenso! No fundo são estes testemunhos que nos tornam mais ricos. Não sabem como me soube bem viajar por estas vossas fotos! E talvez por serem da mesma altura, tenho fotos dos meus pais, muito semelhantes às vossas!
Obrigado uma vez mais pela partilha! ;)
Beijinhos

Rita disse...

Acho que é um sentimentos comum a todos os filhos, sobrinhos, netos, primos, no fundo, à geração que vos segue, um enorme orgulho por fazermos parte de vocês(de diferentes maneiras, mas eu como filha, "sobrinha" e afilhada)!!! É muito bom e sempre, sempre, sempre um motivo de ORGULHO!