terça-feira, 27 de maio de 2008

Novíssimo blog



Estes sabonetes, envoltos em feltro são produção da Oficina do Feltro e servem para tomar banho, lavar as mãos ou pôr na gaveta...

Ah! é verdade: a não perder o novíssimo blog http://www.feltroecologico.blogspot.com

segunda-feira, 26 de maio de 2008

Galeria Municipal de Almada - 29 de Maio 21h30m - "Quotidianos"

Esta é a frente e o verso do convite para a inauguração da exposição colectiva "Quotidianos" que reune obras de 14 artistas da MAPA e se realiza na próxima quinta-feira, dia 29 na Galeria Municipal de Almada, pelas 21h30m. Serão expostos trabalhos de pintura, fotografia, escultura, tapeçaria e instalação. Durante a inauguração haverá musica inédita, para piano, canto e guitarra, ao vivo e a cores. A não perder. Se não tiver o seu convite, apareça na mesma porque é muito bem vindo...

sexta-feira, 23 de maio de 2008

Os Prazeres da Leitura

















No seu leito de moribundo o meu pai lê
As memórias de Casanova.
Eu vejo a noite a cair,
Algumas janelas que se iluminam na rua.
Numa delas uma jovem lê
Junto ao vidro.
Há muito tempo que não ergue os olhos,
Mesmo com a escuridão a chegar.


Enquanto ainda há um resto de luz,
Desejo que ela levante a cabeça,
E eu consiga ver-lhe a cara
Que já consigo imaginar,
Mas o livro deve ser intrigante.
Além disso, que silêncio,
Cada vez que volta uma página,
Consigo ouvir o meu pai, que também volta uma,
Como se eles lessem o mesmo livro.

Charles Simic
Previsão de Tempo para Utopia e Arredores


E vocês, o que estão a ler? E onde é que são as vossas leituras?

quinta-feira, 22 de maio de 2008

"No alto Daquele Mar"


Sesimbra: 23 de Maio de 2008
21:30, Cineteatro Municipal João Mota
1ª parte com a actuação do Grupo Nova Galé ( grupo local)
Concerto de Amélia Muge, intitulado : "No alto Daquele Mar" integrado no Festival da Serra e do Mar que decorre de 3 a 31 de Maio.
Concerto único, subordinado à temática do festival.


Filipe Raposo (piano e acordeão), José Manuel David (sopros), Catarina Anacleto (violoncelo), José Martins (sonoplastia interactiva),
António Jorge Gonçalves (desenho digital a tempo real).


"Sempre procurei como canto-autora, encontrar na nossa língua e particularmente na sua poesia, essa água marítima que permite as viagens abertas às sonoridades do mundo. Esse mar de influências musicais que vive no interior de cada poema que musico.
Talvez por ter nascido fora de Portugal, dei-me conta que toda a música portuguesa tem a marca das viagens pelo mundo, da contaminação dos nossos ouvidos pelas músicas também escutadas além mar. Por isso, para lá de temáticas ligadas ao mar, o que este concerto vos traz também é essa mistura de ambiências e de géneros que os poemas - que nada sabem de estilos musicais - me ajudaram a escutar."


Amélia Muge

quarta-feira, 14 de maio de 2008

Pintar,desenhar


Pintar,desenhar.
Há cores mais difíceis e outras mais fáceis.
Depende das pessoas.
Qual seria a cor mais fácil e a mais dificil para vocês? E porquê?

terça-feira, 13 de maio de 2008

Completamente viciada!

No novo disco dos Goldfrapp - Seventh Tree.
Aqui fica um bocadinho... para vos viciar também!

domingo, 11 de maio de 2008

Feira da Ladra II






















E estas foram as minhas compras ;)

sábado, 10 de maio de 2008

Feira da Ladra



















segunda-feira, 5 de maio de 2008

Matinal















O sangue recorda.
O turbilhão de nuvens negras
contra os olhos.
O remoinho de ramos e folhas
que se abeiravam da roda traseira
da bicicleta.
O peso da lama no guiador.
Os primeiros relâmpagos
que precedem o ribombar da tempestade
no cimo dos pinheiros.
O estrépito das pedras a rolar,
encosta abaixo.
A sombra violeta das sebes
inclinadas, onde fulgia uma colérica
chuva.
A lividez da campainha
quando os dedos a tocavam.
O voo em círculos da ave nocturna
no caminho esburacado.

Tudo isso porque foste embora.

Jorge Gomes Miranda
Requiem

(Fotografia de Henri Cartier-Bresson)