sábado, 11 de novembro de 2017

“Verde Brilhante” “A Sensibilidade e a Inteligência das Plantas”


Próximo Sábado dia 11 de Novembro pelas 17h , palestra da Eng. Maria José Matos sobre
A Sensibilidade e a Inteligência das Plantas” baseada no livro “Verde Brilhante”
de Stefano Mancuso e Alessandra Viola

Entrada Livre




As plantas terrestres existem há mais de 450 milhões de anos (não precisam dos seres humanos para viver) e, ao produzirem oxigénio, criaram as condições para o aparecimento da vida animal e sua evolução até ao ser humano,  surgido há  cerca de 200 milhões de anos (este, incapaz  de sobreviver  sem as plantas).
A existência e comportamento das plantas revela uma evoluída  forma de inteligência, que o homem não tem sabido perceber  ou/e não tem querido reconhecer.  Já na antiga Grécia - de Platão a Demócrito - e mais tarde - de Lineu a Darwin - se  entendeu  que as plantas têm  capacidades muito mais refinadas do que se pensa.
No entanto, desatenta e erradamente, o ser humano insiste em se considerar o centro do Universo…
 Serão as plantas inteligentes, capazes de comunicar entre si e de resolver problemas? Partindo desta questão, o cientista Stefano Mancuso e a jornalista Alessandra Viola demonstram que as plantas não são, de todo, organismos inferiores. Aliás, como os outros seres vivos, têm uma personalidade, possuem os cinco sentidos, como nós, trocam informações e interagem com os animais, adoptando estratégias de sobrevivência, têm uma vida social, exploram da melhor maneira os recursos energéticos. São capazes de escolher, aprender e recordar, sentem mesmo a gravidade. Inteligência, aprendizagem, memória e comunicação não são prerrogativas do mundo animal: Verde Brilhante explica por que razão são qualidades que as plantas partilham connosco. Indispensáveis à sobrevivência do homem, têm muito a ensinar-nos e, se considerarmos as suas extraordinárias capacidades, serão cada vez mais importantes para o futuro desenvolvimento científico e tecnológico. Verde Brilhante recebeu vários prémios de divulgação científica.

Na MAPA Associação Cultural – Rua Junção do Bem, 64 – Oeiras
Tm. 96 275 76 48

Sem comentários: